Você está aqui

Formula 1: GP da Austrália 2018

Lewis Hamil­ton, Mer­cedes AMG F1W09 EQ Pow­er #44 | Pho­to Wolf­gang Wilhelm(Croped)

Após os primeiros treinos livres, onde a Mer­cedes domi­nou, a segun­da sessão já acres­cen­tou algu­mas novi­dades.

Para além das saí­das de Ocon e Bot­tas na cur­va 3, este últi­mo dev­i­do a uma dis­tração de Kimi Raikko­nen, Sainz saiu na 13 e Alon­so a queixou-se dos pilo­tos que se esque­cem de olhar nos espel­hos…

Os Fer­raris começaram muito rápi­dos , mas, assim que Hamil­ton assum­iu os coman­dos do Mer­cedes, esta­b­ele­ceu um novo mín­i­mo a bater de 1:23,971. Nes­ta altura era segui­do por Bot­tas, Raikkonen,Vettel e Gros­jean.

A Haas tem sido a sur­pre­sa deste iní­cio de época. Com testes muito bons em Barcelona, a equipa chegou à Aus­trália a mostrar que o desígnio pro­pos­to por Genne Haas é para cumprir.

A sessão foi inter­romp­i­da por ban­deiras ver­mel­has que acabaram por trair o homem da casa, Daniel Ric­cia­r­do. O pilo­to aus­traliano, segun­do os comis­sários, não abran­dou o sufi­ciente durante o perío­do de ban­deira ver­mel­ha e foi penal­iza­do em 3 posições na grel­ha de par­ti­da e dois pon­tos.

Após o perío­do de ban­deira ver­mel­ha, os car­ros voltaram à pista e Ver­stap­pen real­i­zou o segun­do mel­hor tem­po do dia a ape­nas 0,127s de Hamil­ton.

A grande dúvi­da são as condições atmos­féri­c­as, com chu­va pre­vista para as qual­i­fi­cações de aman­hã que serão trans­mi­ti­das na Sport TV +, a par­tir das 6:00 AM (Lis­boa).

Artigos relacionados

X