Domingues chega aos quartos e afirma: “Quero sempre mais”.

Mil­len­ni­um Esto­ril Open 2019, round of 16, con­tra

Regres­saram as sessões notur­nas ao Clube de Ténis do Esto­ril esta quar­ta-feira, um dia em cheio para a fes­ta do ténis, com o apu­ra­men­to para os quar­tos-de-final de João Domingues, Gael Mon­fils, Ste­fanos Tsit­si­pas e …

João Domingues , 214º do rank­ing mundi­al, inscreveu o nome nos quar­tos de final de um torneio ATP, pela primeira vez na car­reira. Ape­sar de estar em van­tagem nos pon­tos já mar­ca­dos, o por­tuguês iria carim­bar a sua pas­sagem à ron­da seguinte mais cedo. Tudo se ficou a dev­er à desistên­cia de John Mill­man. O número dois aus­traliano viu-se obri­ga­do a aban­donar o court por lesão no pé esquer­do.

Foi um dia mar­cante na min­ha car­reira”, recon­heceu João Domingues que, imparáv­el, assi­nou a sua 4ª vitória no torneio do Esto­ril (lem­bramos que o tenista veio da fase de qual­i­fi­cação).

Todavia, o o tenista luso con­fes­sou que esta vitória “ não foi da for­ma que dese­ja­da”, pois, ape­sar de se sen­tir “muito cómo­do no court”, no segun­do set começou a “sen­tir-se ner­voso”, quan­do se aperce­beu que o adver­sário não esta­va nas mel­hores condições, aca­ban­do Mill­man por aban­donar o jogo.

João Domingues con­sid­era-se “ muito com­pet­i­ti­vo” pelo que à per­gun­ta e ago­ra, até onde pode ir nes­ta com­petição? O jovem tenista responde: “ Pen­so muito jogo a jogo. Sei que quan­do entro no court ten­ho as min­has chances. Vamos ver pas­so a pas­so, mas acred­i­to muito em mim e quero sem­pre mais. Vou estar no máx­i­mo do foco e deter­mi­nação para gan­har”.

Mais tarde no Está­dio Mil­len­ni­um, acon­te­cia mais um due­lo deci­si­vo entre o norte-amer­i­cano Reil­ly Opel­ka e Gael Mon­fils. O tenista francês con­fir­mou o favoritismo e garan­tiu um lugar nos quar­tos de final do torneio do Esto­ril, depois de vencer o gigante Opel­ka por 3–6, 6–3 e 6–0.

Millenium Estoril Open 2019,  Round of 16 | ©Jlpress/JoaoLamares
Gael Mon­fils (FRA), Mil­le­ni­um Esto­ril Open 2019, Round of 16 | ©Jlpress/JoaoLamares

Mon­fils, ter­ceiro cabeça de série, que faz a sua estreia abso­lu­ta no Mil­len­ni­um Esto­ril Open, já tin­ha bril­ha­do na pre­sente tem­po­ra­da ao con­quis­tar o títu­lo em Roter­dão, chegar às meias-finais no Dubai e aos quar­tos de final no Mas­ters 1000 de Indi­an Wells.

Na con­fer­ên­cia de impren­sa que se seguiu ao encon­tro, Gael Mon­fins agrade­ceu o apoio da “mul­ti­dão” e des­culpou-se por “não ter ofer­e­ci­do a sua mel­hor per­for­mance”, vis­to que o ven­to forte que se fez sen­tir difi­cul­tou muito as coisas. Mas, deixou a promes­sa: “ Ten­ho esper­anças que no próx­i­mo jogo as condições este­jam mel­hores e pos­sa dar o show que o fan­tás­ti­co públi­co daqui merece ao dar-me todo o apoio”.

Um ano depois de ter chega­do às meias-finais como rev­e­lação da #NextGen ATP, o jovem grego regres­sou esta quar­ta-feira ao Mil­len­ni­um Esto­ril Open com uma vitória — ago­ra enquan­to primeiro cabeça de série.

Stefanos Tsitsipas (GRE), Millennium Estoril Open 2019 round of 16 | ©JLpress/JoaoLamares
Ste­fanos Tsit­si­pas (GRE), Mil­len­ni­um Esto­ril Open 2019 round of 16 | ©JLpress/JoaoLamares

Escol­hi­do para inau­gu­rar as sessões notur­nas de 2019, Ste­fanos Tsit­si­pas não desiludiu e super­ou as condições difí­ceis — o ven­to que levan­tou a meio da tarde man­teve-se durante prati­ca­mente todo o encon­tro — e o argenti­no Gui­do Andreozzi com os par­ci­ais de 6–3 e 6–4.

Está agen­da­do um dos due­los mais ines­per­a­dos des­ta 5ª edição do Mil­len­ni­um Esto­ril Open. É que Ste­fano Tsisi­pas vai estar frente a frente com João Domingues, no jogo dos quar­tos-de-final de sin­gu­lares, já esta sex­ta-feira.

No últi­mo jogo noturno, o espan­hol Ale­jan­dro Davi­dovich Fok­i­na deixou clara a sua supe­ri­or­i­dade, ven­cen­do o francês Jere­my Chardy por uns expres­sivos 6–1, 6–2. Fok­i­na segue, assim, para a ron­da seguinte.

Paula Lamares: paula.shortstories@gmail.com

Nota do Editor:

A JLpress deixa aqui um espe­cial agradec­i­men­to à Fuji­film Por­tu­gal que decid­iu apoiar-nos nes­ta aven­tu­ra com mate­r­i­al fotográ­fi­co da série X

De fac­to tan­to as câmaras xt2 e xt3 como as objec­ti­vas Fuji­non colo­cadas à nos­sa dis­posição têm tido um desem­pen­ho fan­tás­ti­co per­mitin­do ao fotó­grafo Rui Elias e a mim próprio, a real­iza­ção das ima­gens que ilus­tram os nos­sos arti­gos, post de face­book e insta­gram e fotografias disponi­bi­lizadas na JLpress Image Stock.

Sem este apoio este tra­bal­ho não seria pos­sív­el.

Siga a Fuji­film no insta­gram

Siga a Fuji­film no Face­book

Siga-me

Paula Lamares

Depois fui amanhecendo, um fiozinho de mim por ali afora, dias adentro de varanda ao colo. Até que comecei a pegar aos poucos na rédea do enfado, a realidade menos pegajosa e morna, devagarinho a vestir-me de mim:... Acendia-se as primeiras luzes na serra. Se me desse na veneta hoje voltaria a escrever. Desde então não paro de nascer.
Paula Lamares
Siga-me