Conferências do Estoril

As Con­fer­ên­cias do Esto­ril são um encon­tro glob­al que ocorre de dois em dois anos sob um mes­mo tema uni­ver­sal: Desafios Globais, Respostas Locais. As C.E. con­tam com o alto patrocínio do Pres­i­dente da Repúbli­ca Por­tugue­sa e, na sua últi­ma edição, atraíram cer­ca de qua­tro mil par­tic­i­pantes, ao lon­go dos seus três dias. Um terço dos par­tic­i­pantes foram jovens, com idades com­preen­di­das entre os 16 e os 29 anos.

Sub­ja­centes à glob­al­iza­ção estão alter­ações políti­cas, económi­cas, soci­ais e cul­tur­ais que ocor­rem todos os dias e que pro­movem e acel­er­am novos atores inter­na­cionais, divisões, inter­conexões e inter­de­pendên­cias entre povos, país­es e regiões. Num mun­do em ráp­i­da mutação, a cres­cente inter­de­pendên­cia entre os difer­entes atores e regiões apre­sen­ta tan­to desafios como opor­tu­nidades que neces­si­tam de uma cada vez maior e pro­fun­da análise.

Através da abor­dagem ino­vado­ra, as Con­fer­ên­cias do Esto­ril incor­po­ram o con­ceito opera­cional de “solução de prob­le­mas”. Partin­do da pre­mis­sa de que os desafios são globais, estes neces­si­tam tan­to de soluções globais bem como soluções locais. Assim, a relação entre o local e o glob­al é comum a todas as edições.

Nas cin­co edições, foram pre­sentes vários oradores de renome mundi­al das esferas pri­vadas e públi­cas, de todo o mun­do, incluin­do mais de uma dezena de vence­dores do prémio Nobel, mais de 30 chefes e ex-chefes de Esta­do e cer­ca de uma cen­te­na de académi­cos, de entre mais de trezen­tos oradores.

Conferências do Estoril 2019: “Empowering Humanity: From Local to Global Justice”

Na 6ª edição das Con­fer­ên­cias do Esto­ril o tema é “Empow­er­ing Human­i­ty: From Local to Glob­al Jus­tice”. Para dis­cu­tir os tópi­cos dos dire­itos e deveres humanos, tec­nolo­gia e democ­ra­cia, justiça climáti­ca, desigual­dade, migrações e glob­al­iza­ção inclu­si­va, as Con­fer­ên­cias do Esto­ril con­tam uma vez mais com um painel de oradores com história e histórias para con­tar, agentes da mudança e provo­cadores.

Con­fer­ên­cias do Esto­ril 2019: “Empow­er­ing Human­i­ty: From Local to Glob­al Jus­tice” Click To Tweet

Ativistas dos Direitos Humanos

Uma vez mais estarão pre­sentes para nos inspi­rar os teste­munhos daque­les que dedicam a vida à luta pela pro­teção e pro­moção dos dire­itos humanos:

Ahmad Nawaz: Ativista para a edu­cação e a paz (Paquistão)

Edit Schlaf­fer: Fun­dado­ra e Dire­to­ra da ONG Women with­out Bor­ders (Áus­tria)

Faree­da Kha­laf: Refu­gia­da e ativista Yazi­di (Iraque)

Laya Vasude­van: Dire­to­ra do Cen­ter for Legal Aid and Rights (Índia)

Laureados com o Nobel

Ao todo, doze lau­rea­d­os com o prémio Nobel em várias áreas vier­am falar às Con­fer­ên­cias do Esto­ril.

Em 2019, pelo menos mais três serão adi­ciona­dos a esta lista:

Edmund Phelps: Prémio Nobel da Econo­mia em 2006 (Esta­dos Unidos)

Rigob­er­ta Menchú Tum: Prémio Nobel da Paz em 1992 (Guatemala)

Svet­lana Alex­ievich: Prémio Nobel da Lit­er­atu­ra em 2015 (Bielor­rús­sia)

Changemakers

Em todas as edições das Con­fer­ên­cias do Esto­ril, estão pre­sentes oradores que são con­sid­er­a­dos ver­dadeiros agentes da mudança.

Anne Apple­baum: Jor­nal­ista do Wash­ing­ton Post e Prémio Pulitzer de Não-Ficção Ger­al 2004 (Esta­dos Unidos)

Har­ald Jäger: Mil­i­tar, tam­bém con­heci­do como o homem que “der­rubou o muro de Berlim” (Ale­man­ha)

Joana Mar­ques Vidal: Procu­rado­ra-Ger­al da Repúbli­ca 2012–2018 (Por­tu­gal)

Miguel Otero: Jor­nal­ista e Dire­tor do Jor­nal “El Nacional” (Venezuela)

Personalidades Políticas

De todo o mun­do, virão per­son­al­i­dades políti­cas às Con­fer­ên­cias do Esto­ril, com visões muito próprias acer­ca dos desafios que o nos­so mun­do enfrenta.

Car­los Mesa: Pres­i­dente da Bolívia (2003–2005)

Ger­mán Gar­a­vano: Min­istro da Justiça e dos Dire­itos Humanos (Argenti­na)

As Con­fer­ên­cias do Esto­ril, mais uma vez, irão con­tribuir para pro­mover o diál­o­go entre teo­ria e prax­is, éti­ca e políti­ca, pas­sa­do e futuro, ger­ações anti­gas e jovens.

Siga-me

Paula Lamares

Depois fui amanhecendo, um fiozinho de mim por ali afora, dias adentro de varanda ao colo. Até que comecei a pegar aos poucos na rédea do enfado, a realidade menos pegajosa e morna, devagarinho a vestir-me de mim:... Acendia-se as primeiras luzes na serra. Se me desse na veneta hoje voltaria a escrever. Desde então não paro de nascer.
Paula Lamares
Siga-me

Latest posts by Paula Lamares (see all)