• geral@jlpress.com
  • September 19, 2019
0 Comments

A PM2S para além de dar assistência técnica à Fujifilm, também vende material da marca japonesa a preços muito em conta.

O material disponibilizado online é, na sua maioria, material novo que foi retirado das caixas para demonstração ou testes, mas que, na verdade nunca foi utilizado. Também pode acontecer ser material usado ou recondicionado. Em qualquer dos casos o material disponibilizado foi revisto e traz algum tipo de garantia (no caso do material que apenas foi retirado das caixas, é oferecida uma garantia de 3 anos). Os preços são uma agradável surpresa.

Quero que fique esclarecido que a razão de escrever este artigo prende-se apenas com a partilha da minha experiência com a XF 90 F2 R LM WR. Este artigo não foi encomendado por qualquer das marcas envolvidas, nem faz parte de nenhum acordo entre mim e as respetivas empresas. Tão pouco recebo algum benefício pelos links colocados nele ou qualquer compra que daí resulte.

A XF 90mm F2.0 R LM WR é considerada pelos diferentes especialistas que a testaram, como uma das melhores objetivas da Fujifilm para o sistema X. Destacam a sua nitidez, rapidez de auto-foco e luminosidade. É apontada como uma excecional objetiva para retrato, mas também parece ser (ou é referida como) muito boa para desporto “indoor”.

Na semana de 27 a 31 de Maio tinha na minha agenda dois eventos completamente distintos: As Conferências do Estoril e a festa de uma agrupamento de escolas. O primeiro realizado num local fechado, mas com muita luz. O segundo, em espaço aberto mas durante o fim de tarde e noite, com diferentes atuações em diferentes palcos. Pelo meio a necessidade de realizar algumas fotos do espaço onde vivo, a aldeia do Penedo.

Como já tinha mostrado interesse em adquirir uma XF 90 F2.0 R LM WR e sabia que a PM2S tinha algumas em stock, coloquei a questão nos seguintes termos: Há, por ventura, a possibilidade de me emprestarem uma XF 90mm F2.0 R LM WR para fazer a cobertura dos eventos da semana entre 27 e 31 de Maio, no sentido de a poder testar em situação real e dessa forma avaliar melhor a objetiva?

A resposta foi um sim que, pessoalmente me deixa muito lisonjeado, pois sei que não é pratica da casa (diria que foi uma vez sem exemplo) e , por isso revela uma enorme confiança. A objectiva chegou no dia 27 como prometido, bem embalada, na sua caixa original que vinha bem acondicionada noutra embalagem apropriada.

Caraterísticas

A objetiva é composta por 11 elementos opticos em 8 grupos. 3 desses elementos são de extra-baixa dispersão (ED). O diafragma com abertura circular, o “Quad Linear Motor” e a proteção contra poeiras e salpicos (WR), são algumas das características que se destacam no catálogo. A abertura vai de 2.0 a 16 e é controlada pelo anel traseiro. Ambos os anéis (foco e abertura) são agradáveis ao toque e fáceis de controlar. O foco manual, como em qualquer objetiva XF, na verdade não existe, pois o anel de foco não está fisicamente ligado aos grupos opticos. De facto o que acontece quando rodamos o anel de foco, é que é transmitido um sinal eletrónico que faz mover os grupos opticos e alcançar o ponto de foco pretendido. Isto faz com que o anel de foco rode constantemente para qualquer um dos lados. O foco é preciso e fácil de alcançar (pode depender dos sistemas de ajuda da câmara).

O teste foi realizado com a Fujifilm X-T2.

Resultados: Conferências do Estoril

A primeira impressão ao observar as primeiras imagens realizadas foi de surpresa pela qualidade das imagens. A cor, a luminosidade e a nitidez saltam à vista. A rapidez e precisão com que obtivemos o foco desejado foi surpreendente e deixou claro que não estávamos perante uma objetiva qualquer.

Wang Hui, fundador e diretor do instituto Tsinghua de Estudos Avançados em Humanidades e Ciencias Sociais | Fotografia ©JLpress/JoaoLamares
Luis Alberto Lacalle, presidente da República Oriental do Uruguai entre 1990 e 1995 | Fotografia de ©JLpress/JoaoLamares
Carlos Mesa, presidente da República da Bolívia entre 2003 e 2005 | Fotografia de ©JLpress/JoaoLamares

Num espaço mais restrito, sala de imprensa, e com uma iluminação bem mais duvidosa, onde decorreu a conferência de imprensa do Ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil, Sérgio Moro, o desempenho da XF 90mm F2.0 R LM WR não deixou os seus créditos por mão alheias e as imagens obtidas falam por si. Em nenhum momento das Conferências do Estoril senti a falta do estabilizador de imagem.

Sérgio Moro, Ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil | Fotografia de ©JLpress/JoaoLamares
Sérgio Moro, Ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil | Fotografia de ©JLpress/JoaoLamares

Resultados: Festa do Agrupamento de Escolas

A festa do agrupamento de Escolas foi bem mais complicada de fotografar. Realizada entre o final da tarde e noite, a festa tinha dois palcos: um coreto onde atuavam bandas pop/rock constituídas por alunos e um palco aberto onde atuavam os restantes intervenientes. Este último colocado em contra luz durante o período do por-do-sol. No primeiro palco foi-nos permitido subir e fotografar junto dos músicos (mesmo com um espaço muito reduzido e apertado), no segundo o ponto mais próximo que conseguimos foi junto à mesa de som que estava situada na lateral do palco.

Fotografia de ©JoaoLamares, Todos os direitos reservados.

A fotografia acima deixa perceber o bonito efeito do diafragma circular na iluminação desfocada (em forma de circulo perfeito). Mais uma vez a luminosidade, a nitidez e o equilíbrio da cor são pontos fortes do resultado final.

As fotografias seguintes retratam dois elementos de uma das bandas, guitarra e vocalista, onde os resultados voltam a ser excelentes. Refira-se que ambas as imagens foram realizadas a ISO 8000, F4 e 1/400s. Estes números só são possíveis quando juntamos a um corpo de topo (como o é a X-T2) uma objetiva de excelência como esta XF90mm F2.0 mostrou ser.

Fotografia de ©JoaoLamares, Todos os direitos reservados.
Fotografia de ©JoaoLamares, Todos os direitos reservados.

Resultados: Fotografia de Rua/Paisagem

As expectativas para o teste final estavam altas e os resultados não desiludiram. O resultado foi tão surpreendente que quando publicadas nas redes sociais as imagens deram origem a muitos e bons comentários. Não me vou perder em comentários, mostro uma galeria de imagens e o leitor avaliará por si.

Em conclusão

Quando o Rui Elias me questionou acerca de qual das duas objetivas eu preferia, se a XF 50-140 F2.8 R LM OIS WR ou a XF90 F2.0 R LM WR, respondi sem hesitação: ” a 90″!

A pesar de não ter testado a XF 50-140 F2.8 e embora a XF 90 F2.0 não tenha sistema de estabilização de imagem; mesmo tendo em conta que é uma objetiva de focal fixa, a XF90 F2.0 R LM WR mostrou-se um instrumento muito versátil capaz de dar resposta a todas as minhas necessidades. Compacta (cabe como uma luva ao lado da X-T2 com a XF18-55 F2.8-4 montada num pequeno bornal que adaptei para o transporte do meu material) e por cerca de metade do preço da XF 50-140 F2.8, tenho uma objetiva rápida, luminosa e com uma nitidez deslumbrante. Embora não tenha testado em espaços desportivos cobertos, os “reviews” que entretanto li, apontam para um resultado excelente, alargando ainda mais o seu campo de atuação.

Sem dúvida uma das melhores objetivas da gama Fujinon X . Objetiva que recomendo sem sombra de dúvidas.

Partilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *